Sobre morte de Damiana, coordenador do DPT de SAJ expôs: “o criminoso arrastou o corpo e escavou para ocultar o cadáver”

O coordenador do DPT (Departamento de Polícia Técnica) de Santo Antônio de Jesus, Lino Oliveira, em entrevista falou sobre o caso da senhora Maria Damiana, 55 anos, que estava desaparecida há 9 dias e foi encontrada morta em um quintal de um bar na Avenida Vereador João Silva. O acusado do crime é o companheiro da vítima, o homem de prenome Antônio que segundo o delegado confessou o crime

Lino juntamente com sua equipe esteve no local para remoção do corpo que segundo ele, estava envolvido em um tapete, “o autor do fato improvisou um caixote, colocou o corpo da vítima, jogou terra em cima e depois colocou as grades de cerveja para poder camuflar o local”, informou.

O coordenador do DPT ainda contou que desconfiou da arrumação das grades de cerveja e o solo do local, “aquelas grades estavam muito bem arrumadinhas e tinha parte do solo com sinais de ter sido removido recentemente. Constatamos que o assassino verdadeiramente tinha ocultado o cadáver naquele local. Começamos a remover o que estava em cima e encontramos o corpo da vítima já com sinais de decomposição e envolto em um tapete de espessura grossa”, esclareceu.

Sobre a forma no qual a senhora Damiana morreu, Dr. Lino explica que ainda é necessário à espera do resultado da necropsia mais relata ter encontrado uma arma branca com vestígios de sangue no local do crime, “nós encontramos um martelete com marcas de sangue e mais manchas no colchão onde a vítima dormia, então pode se chegar a uma conclusão prévia de que ela possa ter sido agredida mortalmente no quarto, logo depois, o criminoso colocou o corpo no tapete arrastou o até o local onde escavou e ocultou o cadáver, ou seja, tudo aconteceu ali dentro daquele estabelecimento”, expôs.

Ainda na entrevista, Oliveira esclarece que o objeto encontrado com manchas de sangue foi levado para o DPT para que possa ser confrontado com o DNA da vítima.

Para concluir, o coordenador afirma que o corpo será necropsiado na manhã desta terça-feira (10) devido ao estado no qual foi encontrado, “como o corpo já está em estado de decomposição nós iremos refrigera-lo para que  possamos fazer os exames por que assim diminui o odor e trabalhamos da melhor forma possível”, finalizou.

Reportagem: Voz da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *